De novo a juventude

19/10/2016

Quando menos se esperava, quando todos se preparavam para o dilúvio e as inundações, eis que surge novamente nas ruas a juventude brasileira, empunhando seus cantos, cartazes e faixas para dizer NÃO ao projeto de emenda constitucional da morte.

Suas manifestações são convocadas em rede, não tem chefes e nem carros de som. Suas palavras de ordem são engraçadas, sua coragem impressiona e emociona. Há quem os critique porque não têm um programa, mas não é o programa escrito que interessa. Quando negam a violência e o monopólio da mídia e exigem ensino de qualidade já estão empunhando um programa.

Não liguem para os críticos de plantão. São os velhacos da esquerda petrificada, os que se acham donos da verdade, os que gostam de chefes, que precisam de palanques, microfones e alto-falantes. Não liguem para os que sempre encontram desculpas e dizem que suas ações atrapalham seus candidatos e suas siglas.

Não liguem para os que os condenarem como “vândalos”. São os porta-vozes do “mercado”, os cínicos da mídia empresarial, que trocaram o jornalismo dos fatos pelo conto do vigário das versões.

É do frescor das suas vozes, da praticidade de seus métodos democráticos, das suas idéias libertárias e socialistas, da simplicidade das suas roupas e símbolos, da firmeza de suas convicções que pode surgir uma nova vanguarda, uma nova esquerda e, quem sabe, um novo Brasil.

  • Este pequeno texto foi escrito em 18 de outubro de 2016 para o meu facebook, dias depois das primeiras grandes manifestações da juventude contra a PEC 241 (a PEC que impõe teto aos investimentos públicos) no Rio, São Paulo e Belo Horizonte.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: