Menos, Botelho, menos…

21/03/2016

Lamentável o ocorrido em Belo Horizonte, onde uma peça com músicas de Chico Buarque foi interrompida pela plateia, depois que o ator Cláudio Botelho resolveu incluir de improviso no palco uma crítica a Lula e Dilma. A resposta do público foi “Não vai ter golpe!”.

O espetáculo acabou suspenso. Ao final, Botelho declarou que a ditadura calou a peça Roda Viva, do mesmo Chico Buarque, e que os petistas calaram Chico.

A comparação é no mínimo esdrúxula, visto que os episódios ocorreram em tempos completamente distintos. Além do mais, Roda Viva foi tirada de cartaz pela polícia na base da porrada, com a prisão dos atores. Em Belo Horizonte o espetáculo com as músicas de Chico foi interrompido pelo público, em resposta a uma atitude provocativa e desnecessária.

Afinal, faltou civilidade ao público ou bom senso a quem monta uma peça com base em canções de Chico Buarque e resolve atacar Dilma e Lula? Será que o público deste tipo de peça é simpático ao impeachment?

Além do que, o senhor Botelho deveria saber que nem o grande Shakespeare conquistou a unanimidade e muitos de seus espetáculos, enfrentando vaias e aplausos. Diante dos fatos, o próprio Chico desautorizou a utilização de suas músicas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: