AMOR, EGOÍSMO, POSSESSIVIDADE E CIÚME*

17/02/2011

Amor, sentimento libertário e desprovido de ambição, era odiado por Egoísmo, seu primo pobre de espírito, mas rico em posses. Tantas posses tinha que escolheu para sua esposa Possessividade. Daquela união nasceram Ciúme e Solidão.

Ciúme se alimentava de Desconfiança e Insegurança e tinha como seu assessor direto Baixa Estima. Sua diversão predileta consistia em atormentar e separar casais enamorados. Esperto, Ciúme se aproveitava dos deslizes cometidos aqui e acolá pelos homens e mulheres mais apaixonados para lançar seu veneno poderoso, quase sempre mortal.

Exaustos e derrotados os casais separados por Ciúme, Egoísmo e Possessividade eram levados a crer que fizeram um bom negócio. Quase sempre os três se faziam passar por Amor para minar as relações entre os apaixonados.

Desiludidos, os casais esqueciam todos os momentos felizes que tiveram, as qualidades do outro e passavam a enxergar somente defeitos e problemas. Muitos de seus amigos, às vezes até os mais próximos, como Intriga e Inveja, apoiavam a decisão com entusiasmo.

Como um guerreiro a exibir seus troféus de batalha, Ciúme entregava as cabeças dos casais que destruía aos pais, orgulhosos. Feliz com a infelicidade alheia, partia então para uma nova missão. Depois que conseguia seu intento, Ciúme deixava a cargo de sua irmã, Solidão, a tarefa de reinar soberana por um bom tempo.

Felizmente Amor, o grande adversário da família, sempre voltava e se impunha. Amor, com seus filhos Carinho, Desejo e Verdade, continua povoando o mundo e unindo mais e mais homens e mulheres, perdoando seus erros e abençoando seus sentimentos mais puros.

Até hoje os que confundem Amor com Egoísmo, Possessividade e Ciúme só colhem Solidão. Insistem em buscar alguém com mais afinidades, sem saber que, com isso, estão apenas massageando seu ego, porque amar o diferente é a verdadeira prova de amor. Fazem de uma dúvida uma suspeição e de uma suspeição a certeza de que estão sendo traídos. Em vez de buscar a essência do Amor, perdem-se na loucura da sua Possessividade.

Já os que abrem seu coração com sinceridade e sem esperar nada em troca, apesar de também sofrerem, sabem que o único caminho para a superação de qualquer decepção é sempre Amor, mais Amor.

* Este texto é dedicado a dois meninos e a uma menininha simpática, para que não repitam os erros que seus pais cometeram e ouçam sempre a voz do Amor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: